Pesquisa de Refluxo Gastroesofágico

Refluxo gastroesofágico é uma condição fisiológica comumente vista em crianças. Entretanto, o aumento na frequência dos episódios e na duração do refluxo pode levar a condições patológicas como pneumonias de repetição, tosse crônica, apneia, laringite, asma, esofagite e retardo no crescimento.
Diversos métodos diagnósticos tem sido utilizados na detecção da doença de refluxo gastroesofágico, tais como ultrassonografia, esofagoduodenoscopia, pHmetria, manometria e cintilografia.

>> As principais vantagens da cintilografia são:

-> Método fisiológico;
-> Não necessita de internação hospitalar e nem de sedação;
-> Não é um método invasivo;
-> Baixa radiação.

>> Sensibilidade e Especificidade

A sensibilidade e especificidade da cintilografia no diagnóstico de doença do refluxo gastroesofágico quando comparado com a pHmetria de 24horas é de 15 a 59% e 83-100%, respectivamente.

>> Principais Indicações Clínicas

-> Avaliação de refluxo gastroesofágico, duração e magnitude.
-> Avaliação de aspiração pulmonar.

>> Contra Indicações

Não há contraindicações para este estudo.

>> Efeitos Colaterais

Não há contraindicações para este estudo.

>> Como Solicitar

-> Cintilografia para Pesquisa de Refluxo Gastroesofágico – Código TUSS: 40702103 – Código SUS: 02.08.02.011-0
-> Cintilografia para Detecção de Aspiração Pulmonar – Código TUSS: 40709019 – Código SUS: 02.08.07.002-8

>> Radiofármaco Utilizado

[99mTc]-Colóide

>> Preparo

-> Jejum de 4 horas. Recém-nascidos podem ter o jejum reduzido para 2 horas;
-> Suspender, a critério médico, medicamentos como Prepulsid, Digesan, Plasil, Plamet, dois dias antes;
-> Para adultos, solicitamos que traga 1 litro de iogurte, leite ou leite de soja;
-> Para crianças, trazer leite (de vaca ou de soja) ou iogurte e duas mamadeiras;
-> Caso a amamentação seja exclusiva de leite materno, trazer apenas uma mamadeira.

Fig1: Pesquisa de refluxo gastroesofágico – estudo normal.

Fig2: Episódio de refluxo gastroesofágico de duração prolongada.

>> Descrição do Procedimento

-> O paciente será recebido pelo setor Recepção, onde deverá providenciar os documentos previamente relacionados para criação ou atualização da ficha cadastral, bem como ler e assinar o termo de consentimento livre e esclarecido para a realização do exame.
-> O paciente receberá um crachá de identificação e será encaminhado ao setor técnico para início do procedimento. Será acolhido pela equipe técnica e médica, com uma entrevista para coleta de dados clínicos, verificação de preparo e prestação de orientações.
-> A aquisição das imagens será realizada imediatamente após a ingestão oral do radiotraçador adicionado ao leite/iogurte.
-> Tempo aproximado da aquisição das imagens é de 30 minutos.

>> Considerações Finais

Infelizmente não há um consenso no protocolo de aquisição, o tipo de alimento a ser utilizado e padronização na interpretação dos resultados, além de literatura limitada no assunto.
Sabe-se que a cintilografia pode fornecer informações fisiológicas e úteis naqueles pacientes com sintomas e sinais que sugerem refluxo gastroesofágico. O número de episódios de refluxo detectados durante o estudo, a duração e extensão do episódio são dados importantes tanto no diagnóstico como na avaliação da eficácia terapêutica.

>> Referências Bibliográficas

1. Aydogan F, Kalender E, Yengil E, Dokuyucu R, Tutanc M. Gastroesophageal reflux frequency of children in Hatay: A restropective analysis. Eastern Journal of Medicine; 2014: 146-149.
2. Faure C, Lorenzo C, Thapar N. Pediatric Neurogastroenterology: Gastrointestinal Motility and Functional Disorders in Children; Human Press 2012: 152-153.
3. Vandenplas Y, Rudolph CD et a. Pediatric Gastroesophageal Reflux Clinical Practice Guidelines: Joint Recommendations of the North American Society for Pediatric Gastroenterology, Hepatology, and Nutrition (NASPGHAN) and the European Society for Pediatric Gastroenterology, Hepatology, and Nutrition (ESPGHAN). Journal of Pediatric Gastroenterology and Nutrition 2009; 49: 498-547.
4. Kaul b, Petersen H, Grette K, Erichsen H, Myrvold HE. Scintigraphy, Ph Measurement, and Radiography in the Evaluation of Gastroesophageal Reflux 1985; 20:289-294.
5. Orenstein SR, Klein H, Rosenthal MS. Scintigraphy Versus pH Probe for Quantification of Pediatric Gastroesophageal Reflux: A Study Using Concurrent Multiplexed Data and Acid Feedings. Journal of Nuclear Medicine 1993; 34:1228-1234.

Dra. Dilma Mariko Morita
CRM SP 68023
Médica Nuclear

<< Voltar