Cintilografia Cerebral com 99MTC – Trodat

Técnicas de imagem molecular através do SPECT ou PET cerebral utilizando biomarcadores dopaminérgicos como principal ferramenta de investigação têm sido utilizadas na clínica para avaliar alterações patológicas no sistema dopaminérgico. Dentre esses marcadores está o 99mTc-TRODAT-1, um biomarcador de transportadores pré-sinápticos de dopamina (TDA) utilizado em estudos de SPECT cerebral e que apresenta elevada ação farmacocinética e excelentes características físicas para a aquisição de imagens em gama-câmara.

A utilização do SPECT cerebral com 99mTc-TRODAT-1 tem contribuído na detecção e diagnóstico diferencial da Doença de Parkinson e também de outras desordens cuja patogênese está relacionada ao sistema dopaminérgico. A Doença de Parkinson idiopática é aquela que apresenta a maior frequência no número de casos constatados mundialmente, sendo uma afecção crônica e progressiva do sistema nervoso central, caracterizada clinicamente por sintomas como bradicinesia, rigidez, instabilidade postural e tremores frequentes. A cintilografia com 99mTc-TRODAT-1 apresenta alta sensibilidade e especificidade para identificar portadores de Parkinson comparando a uma população saudável. Na literatura médica, diversas outras condições também têm sido avaliadas com a cintilografia com 99mTc-TRODAT-1. Dentre elas constam outras desordens de movimento, síndromes parkinsonianas atípcas, déficit de atenção e hiperatividade, síndrome de Tourette, esquizofrenia, exposição a mercúrio, uso de cocaína etc.

>> Principais Clínicas

Avaliação e diagnóstico diferencial de Doença de Parkinson.

>> Contra-Indicações

Não recomendado para mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez.

>> Sensibilidade e Especificidade

Estudos tem demonstrado grande acurácia no diagnóstico de doença de Parkinson com sensibilidade de 79% e especificidade de 92%.

>> Efeitos Colaterais

Não foram observados efeitos colaterais durante ou após a administração do radiofármaco.

>> Como Solicitar

Cintilografia Cerebral com 99mTc-TRODAT – Código TUSS: 40707032
** (esse exame não está codificado pelo TUSS – como alternativa utilizamos o código de cintilografia de perfusão cerebral).

>> Radiofármaco Utilizado

99mTc-TRODAT-1.

>> Preparo

-> Dieta com restrição de proteínas por pelo menos 24 horas antes do exame (se possível, fazer a restrição por 48 horas).
-> Não é necessário estar em jejum.
-> Suspender medicações conforme orientação médica: recomenda-se suspensão de algumas classes de medicamentos por 5 meias-vidas: metilfenidato, bupropiona (Ex.: Ziban®), fentanil, anestésicos (ketamina, fenciclidina, isoflurane), cocaína, anfetamina.

>> Descrição do Procedimento

-> O paciente será recebido pelo setor Recepção, onde deverá providenciar os documentos previamente relacionados para criação ou atualização da ficha cadastral, bem como ler e assinar o termo de consentimento livre e esclarecido para a realização do exame.
-> O paciente receberá um crachá de identificação e será encaminhado ao setor técnico para início do procedimento com uma entrevista para coleta de dados clínicos, verificação de preparo e prestação de orientações.
-> Em seguida, o paciente será encaminhado à sala de injeção e uma veia periférica, preferencialmente do antebraço, será puncionada. O radiofármaco será injetado por essa via.
-> O paciente será liberado e orientado a retornar em 4 horas
-> Ao retornar à clínica, o paciente será encaminhado à sala de exames, posicionado na maca do aparelho, devendo permanecer deitado e imóvel por aproximadamente 45 a 60 minutos para a aquisição das imagens.

Fig 1: Observe hipocaptação do radiotraçador nos putamens e cabeça do caudado à esquerda.

Fig 2: Observe a hipocaptação do radiotraçador nos núcleos da base bilateralmente.

>> Análise da Imagens

A avaliação quantitativa compreende inicialmente a segmentação de regiões de interesse (ROI), que inclui a delimitação do corpo estriado (caudado e putâmen) e de uma estrutura de referência (occipital). Para o cálculo é considerado a contagem média de cada estrutura, sendo aplicada a seguinte fórmula: (Estriado – Occipital)/Occipital. Na análise qualitativa, o corpo estriado é caracterizado quanto a captação do radiofármaco (captação normal, hipocaptação ou hipercaptação) no corpo estriado direito e esquerdo, e individualmente nos putâmens e caudados. Na doença de Parkinson, o padrão de imagem apresenta relação com o grau de acometimento (mais precoce ou avançado). Classicamente nos quadros iniciais hipocaptação é observada no putâmen contralateral a lateralização dos sintomas. Segue-se com a evolução do quadro, redução da captação sequencialmente no putâmen ipsilateral, caudado contralateral e caudado ipsilateral. Os valores de referência dos índices de ligação do 99mTc-TRODAT-1 no corpo estriado descritos na literatura são variáveis, dependentes da população estudada e parâmetros de aquisição e processamento.

>> Referências Bibliográficas

1. Varrone A, Halldin C. Molecular Imaging of the Dopamine Transporter. J Nucl Med. 2010; 51:1331–1334.
2. Bressan RA, Crippa JA. The role of dopamine in reward and pleasure behavior review of data from preclinical research. Acta Psychiatr Scand Suppl. 2005; (427):14-21.
3. Chin-Bin Yeh a, Yuan-Hwa Chou b, Cheng-Yi Cheng. Reproducibility of brain dopamine transporter binding with Tc-99m TRODAT-1 SPECT in healthy young men. Neuroimaging. 2012; 222–225.
4. Chou KL, Hurtig HI, Stern MB, Colcher A, Ravna B, Newberg A, Mozley PD, Siderowf A. Diagnostic accuracy of [99mTc]TRODAT-1 SPECT imaging in early Parkinson’s disease. Parkinsonism and Related Disorders 2004: 374-379.
5. Patton J A, Turkington T G. SPECT/CT Physical Principles and Attenuation Correction. J. Nucl. Med. Technol. March 2008.
6. Kanyo B, Argyelan M, Dibo G et al. Imaging of dopamine transporter with 99mTc-TRODAT-1 SPECT in movement disorder. Idegyogy Sz. 2003;56 (7-8):231-40.
7. Weng YH, Yen TC, Chen MC et al. Sensitivity and specificity of 99mTc-TRODAT-1 SPECT imaging in differentiating patients with idiopathic Parkinson’s disease from healthy subjects. J Nucl Med. 2004; 45 (3):393-401.
8. Adverse Reactions to Radiopharmaceuticals: J Nucl Med 1996 37:1064-1067.
9. Huang WS et al. Evaluation of early-stage Parkinson’ disease with 99mTc-TRODAT-1 imaging. J Nucl Med 2001 Sep; 42(9): 1303-8.

Dr. Felipe Arriva Pitella
CRM SP 130053
Médico Nuclear

<< Voltar