Cintilografia de Fígado e Baço

Este estudo utiliza uma pequena quantidade de material radioativo (traçador) com o objetivo de avaliar o aspecto funcional do fígado e do baço, além de demonstrar, em segundo plano, alterações morfológicas, representadas por lesões ocupando espaço (cistos, tumores, metástases e abscessos).

>> Principais Indicações Clínicas

  • Avaliação do tamanho, forma e posição do fígado e baço;
  • Detecção, medição e monitoramento de massas do fígado e/ou baço;
  • Diferenciação hemangioma hepático e hiperplasia nodular focal de outras lesões do fígado;
  • Avaliação da função hepática em doença aguda ou crônica;
  • Identificar tecido esplênico funcionante.

>> Contra-Indicações

Exame não recomendado para mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez.

>> Efeitos Colaterais

Os fármacos utilizados em medicina nuclear raramente produzem efeitos adversos e quando ocorrem são de leve intensidade. Alguns efeitos colaterais descritos na literatura: febre, náuseas, vómitos, eritema, prurido, hipertensão, dor no peito, hipotensão, taquicardia, sincope, vertigem, cefaleia, parestesia, fraqueza, coceira na garganta, e extremamente raro, anafilaxia.

>> Como Solicitar

CINTILOGRAFIA DE FIGADO E BAÇO – Código TUSS: 40702022 – Código SUS: 02.08.02.001-2
*Incluir o CID, hipótese diagnóstica e/ou indicação do exame.

>> Radiofármaco Utilizado

99m-colóide: fagocitado pelas células do sistema reticuloendotelial do fígado (80-90%, pelas células de Kupfer), baço (5-10%) e medula óssea. A localização é fluxo dependente, requer integridade funcional do sistema reticuloendotelial, com lenta depuração biológica dessas células.

>> Preparo

Não há necessidade de preparo prévio.

>> Descrição do Procedimento

  • O paciente será recebido pelo setor Recepção, onde deverá providenciar os documentos previamente relacionados para criação ou atualização da ficha cadastral, bem como ler e assinar o termo de consentimento livre e esclarecido para a realização do exame.
  • O paciente receberá um crachá de identificação e será encaminhado ao setor técnico para uma entrevista para coleta de dados clínicos, verificação de preparo e orientações.
  • Em seguida, será encaminhado à sala de injeção, uma veia periférica será puncionada e o radiofármaco injetado.
  • As imagens serão adquiridas aproximadamente 10 a 20 minutos apos a injeção venosa do radiofármaco. Serão adquiridas imagens estáticas em várias projeções do abdome, além da aquisição tomográfica (SPECT). O tempo aproximado de aquisição é de 20 a 30 minutos.
  • A correlação com estudos anatômicos é de extrema importância para localizar as lesões, uma vez que algumas podem conter células do sistema retículo-endotelial e apresentar concentração normal do traçador em relação ao restante do parênquima.

<< Voltar